Uma raposa cuidando do galinheiro

O Brasil assiste inerte a um dos maiores estupros das instituições e da justiça brasileira. O ex-juiz e ex-Ministro da Justiça do governo Bolsonaro está sócio gerente da empresa norte americana Alvarez & Marsal, responsável pela recuperação judicial das mesmas empresas investigadas pelo próprio Moro.

Odebrecht e demais empresas investigadas na operação Lava-Jato por Sérgio Moro têm uma carteira média de 17 milhões de dólares com a A&M – Alvarez & Marsal.

Não compreendo que às instituições brasileiras como o STF, a PGR, o MPF e os órgãos competentes do poder judiciário submetam-se a uma jogada tão à margem da liberdade, da ética, da moral e do exercício democrático brasileiro.

No Brasil parte dos jornais e da mídia conservadora não deram muita importância ao escândalo. Existe pontualmente alguns jornais somados aos meios de comunicação alternativos realizando um bom trabalho em denunciar os fatos e o contexto do escarcéu envolvendo Sérgio Moro.

Compreenda o tamanho desse escândalo nos Jornais e meios de comunicação da Europa:

Cabe às instituições constituídas, a sociedade civil organizada e os movimentos sociais o devido contraponto ao escândalo em curso.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s