Autópsia de Diego Maradona não constata drogas ilegais

A imprensa argentina revelou os resultados da autópsia de Diego Maradona e não foram encontrados vestígios de drogas ilegais ou álcool no sistema de El Pibe.

A autópsia esclarece que Diego Maradona morreu vítima de “um edema agudo do pulmão que se seguiu a uma insuficiência cardíaca crónica agudizada”. Além disso foi detetada uma “miocardiopatia dilatada” no coração do craque argentino.

O fígado de Maradona apresentava um “quadro cirrótico provável”, os pulmões tinham uma “rotura de septos alveolares” e um “foco com edema intra-alveolar”, já os rins mostraram uma “necrose tubular aguda”.

Não foram encontrados vestígios de álcool nem drogas, mas as análises revelaram a presença de “venlafaxina, quetiapina, levetiracetam e naltrexona”, substâncias usadas para a depressão, mas que podem provocar arritmias.

Um dos investigadores judiciais do caso referiu, em declarações à agência Télam, que “é tão importante o que apareceu nas análises como o que não apareceu. Davam a Maradona psicofármacos, mas nenhum medicamento para a cardiopatia.”

Ainda nesta terça, antes da divulgação dos resultados da autópsia, uma das filhas de Maradona, Gianinna, desabafou nas redes sociais diante das especulações a respeito do exame.

Todos os filhos da p… esperando que a autópsia do meu pai tenha drogas, maconha e álcool. Não sou médica, mas ele parecia muito inchado. A voz robótica. Não era sua voz. Estava acontecendo e eu era a LOUCA INSANA – publicou.

Post da filha de Digo Maradona no Twitter 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s