O Brasil inicia a vacinação contra a COVID-19

A vacina desenvolvida pela chinesa Sinovac em parceria, no Brasil, com o Instituto Butantan, foi administrada na primeira brasileira a ser imunizada em território nacional e ela é mulher, negra e enfermeira.

Mônica Calazans tem 54 anos e trabalha na UTI do Instituto de infectologia Emílio Ribas em São Paulo. A instituição é referência no tratamento de doenças infecciosas. Ela deu plantão neste domingo (17) na UTI do hospital.

Ela recebeu o imunizante depois que a Anvisa aprovou o seu uso emergencial. A profissional participou dos ensaios clínicos da vacina, mas estava no grupo placebo.

A enfermeira foi imunizada minutos depois do aval da ANVISA – Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Uma iniciativa do governo de SP em aplicar a primeira vacina antes do governo de Jair Bolsonaro.

O presidente da República tentou importar às pressas a vacina desenvolvida por Oxford/ Astrazeneca da Índia para se antecipar ao governador. Mas o país não permitiu a exportação.

Avaliamos que o fato foi um passo importante para conter a expansão do vírus. Cabe a todos os brasileiros continuarem com os cuidados devidos para manter a não propagação da contaminação, pois não será a vacina unicamente quem vai erradicar o contágio da COVID-19. Cuidem-se.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s