Júlio Lancelotti, poetas e sambistas fazem “Cordão da Mentira” contra o autoritarismo

Ato virtual discute ameaças à democracia, contrapondo-se aos apoiadores da ditadura e de crimes do atual governo federal

Artistas, poetas, sambistas, intelectuais e associações da sociedade civil promovem, a partir das 19h30 desta quinta-feira (1), o “Cordão da Mentira”, ato político “repleto de intervenções artísticas e reflexões, marcando posição contra os negacionistas da ditadura, da ciência e da vida”, conforme os próprios organizadores descrevem o evento. 

Trata-se de um ato virtual que, como informa página da ação nas redes sociais, discute o autoritarismo brasileiro, contrapondo-se aos apoiadores da ditadura e dos crimes do atual governo. Esta é página do evento no Facebook, para acompanhar as apresentações e divulgar o ato.

::Com Bolsonaro, 1º de abril é todo dia; presidente diz 3 mentiras por dia de mandato::

Anual, a edição 2021 do “Cordão da Mentira” terá a participação de Lirinha, Ailton Krenak, Mães de Maio, Padre Julio Lancelotti, Cecília Coimbra, Kiko Dinucci, Roberta Oliveira, além de músicos, poetas, grupos de teatro, sambistas do Núcleo Cupinzeiro, Projeto Nosso Samba e Terreiro Grande, lideranças, pensadores e movimentos sociais como MSTC (Movimento Sem Teto do Centro).

Edição: Rodrigo Chagas

*Brasil de Fato.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s