Bolsonaro não distribuiu 3 milhões de doses da vacina da Janssen recebidas há 4 dias

O governo Bolsonaro ainda não distribuiu as 3 milhões de doses da vacina contra a covid-19 produzida pelo laboratório Janssen.

Apesar de terem chegado na sexta-feira (25) e no sábado (26), as remessas das unidades, doadas pelos Estados Unidos, estão paradas em um depósito no Aeroporto de Viracopos, em Campinas (SP), e ainda não têm data para serem distribuídas aos municípios para aplicação na população.

Em nota, o Ministério da Saúde culpou a demora de autorização da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e disse que espera liberar a vacinas em até 48 horas.

A situação foi denunciada nesta quarta-feira (30) pela coordenadora-geral do Programa Estadual de Imunização de São Paulo, Regiane de Paula, em entrevista coletiva.

“Nós temos pressa, nós temos urgência. E a nossa urgência é trabalhar 24 horas por dia, incluindo os finais de semana se necessário for”, disse.

vacina da Janssen contra a covid-19 é de dose única. Ou seja, cada dose representa uma pessoa diretamente imunizada. O imunizante tem eficácia de 67% contra doença sintomática e de 85,4% para casos graves.

Algumas cidades definiram utilizar a vacina da Janssen contra a covid-19 para imunizar grupos específicos, como população em situação de rua e caminhoneiros.

A ideia é garantir que grupos com maior probabilidade de não voltar para a segunda dose sejam imunizados. A prefeitura da capital paulista informou que vai reservar aproximadamente 12% dessas doses para a população de rua com mais de 18 anos. Os governos de Minas Gerais, Paraná e Rio Grande do Norte também determinaram esse tipo de uso.

Metade dos paulistas vacinados

Regiane de Paula também informou que 53% da população adulta do estado de São Paulo recebeu, ao menos, uma dose da vacina contra a covid-19. Do total, 18% da população com mais de 18 anos do estado está com a vacinação completa.

Nesta semana estão sendo vacinadas as pessoas de 42 e 43 anos. Na próxima segunda-feira (5), começam a ser vacinadas as pessoas com 41 anos.

O atual calendário de vacinação contra a covid-19 em São Paulo define que, na sequência, a faixa etária a ser vacinada será a de 35 a 39 anos, entre os dias 15 e 29 de julho.

A faixa dos 30 a 34 anos receberá a primeira dose entre 30 de julho e 15 de agosto. Na sequência, será a vez daqueles com 25 a 29 anos (de 16 a 31 de agosto) e de 18 a 24 anos (de 1º a 15 de setembro).

Fonte: Brasil de Fato.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s