Vitória absoluta do PS. Partido Socialista em Portugal  

O Partido Socialista (PS) venceu as Legislativas com maioria absoluta. Conforme os resultados oficiais já estavam apurados 99,13% dos votos, nenhuma freguesia por apurar e apenas 27 consulados, o PS tinha 41,68% dos votos e somava 117 deputados eleitos. 

Em contraciclo, o PSD surge como derrotado, conseguindo um resultado muito abaixo do conquistado nas Legislativas de 2019. Obteve 27,80% nestas eleições, elegendo apenas  71 deputados. 

Entre os vencedores da legislativa contam-se o Chega de André Ventura e o Iniciativa Liberal, de Cotrim Figueiredo. O Chega afirma-se como terceira força política em Portugal com 7,15% e elege 12 deputados (anteriormente tinha eleito apenas um). Já o IL (também anteriormente com um deputado), com 4,98% elege oito deputados para a Assembleia da República.

O Livre também cantou vitória e volta ao Parlamento com um deputado eleito por Lisboa (Rui Tavares) e 1,28% dos votos.

Entre os derrotados da noite contam-se também o PCP/PEV, que perdeu vários ‘bastiões’ comunistas para o PS. A coligação é a sexta força política em Portugal. Com 4,39% dos votos, elege 06  deputados.

O outrora parceiro de geringonça do PCP, o BE, também surge penalizado nestas Legislativas, conseguindo pouco mais de metade da percentagem de votos conquistada nas últimas Legislativas –  se antes teve 9,67%, desta vez não foi além dos 4,46%, e 05 deputados eleitos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s