Guiné Bissau – Tentativa de golpe? 

Líder da oposição Simões Pereira não se convence com explicações “simplistas” do Presidente da República. 

O líder do PAIGC condena a “tentativa de golpe” que vitimou várias pessoas. Exige também um “inquérito sério” para apurar o que terá acontecido na terça-feira em Bissau e responsabilizar os culpados.

Na sua primeira reação aos ataques acorridos na terça-feira (01.02) na sede do Governo guineense, o presidente do Partido Africano da Independência da Guiné e Cabo Verde (PAIGC), Domingos Simões Pereira, manifesta-se preocupado com a violência registada em Bissau. E condena todas as tentativas de subversão da ordem constitucional por vias não democráticas.

Em entrevista exclusiva à DW, o líder do maior partido da oposição exige a criação de uma comissão internacional de inquérito para apurar responsabilidades. Simões Pereira diz que não ficou absolutamente convencido com as explicações do chefe de Estadosobre os supostos autores do ataque, alegadamente ligados ao narcotráfico. Segundo Umaro Sissoco Embaló, foram “elementos isolados” que tentaram assassinar as principais figuras do Estado, que participavam numa reunião extraordinária do Conselho de Ministros, no Palácio do Governo.

Veja entrevista com Domingos Simão Pereira na integra. ⬇️

https://www.dw.com/pt-002/tentativa-de-golpe-simões-pereira-não-se-convence-com-explicações-simplistas-do-pr/a-60634233?maca=pt-002-EMail-sharing

Fonte: dw.pt

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s